Stjärnor Kimbra Audrey Pics

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

XXX Film — Kimbra Audrey Pics

Pause Play Play Prev Next. Kimbra Audrey, 24, Kimbra Audrey in Seattle, living in Brooklyn, but currently traveling abroad, photographer. I have always been fascinated by photography. We had to shoot, develop and print our film in the dark room ourselves, and I instantly fell Kimbra Audrey love with the entire process. Being in the dark room and being able to manipulate my film and prints was extremely therapeutic.

I learned to Kimbra Audrey all on film and I still only shoot on film. I try not to waste any images because I only have Xxxtacion set amount of shots Www Teen30 Com I like spending a lot of time on each image I create.

I shoot on a lot of different formats of film, 35mm, mm, Super Homemade Pocket Pussy and polaroids, so I like to have multiple cameras with me. My favorite photographer changes depending on my mood, but I have always been drawn to Diane Arbus and she has had a big influence on my work. Before I was shooting self-portraits I would shoot nudes of my best friends as often as I could. I try to shoot as often as I can.

I am inspired by locations, sometimes I have an idea of an image I want to create in my mind and other times I just go somewhere and let the place guide me. I have a very small window to make an image, ten seconds, so I have to be very focused. I have a list of other places I would like to shoot.

I love animals and work for two different charities in New York. One is called Best Friends Animal Society — its the largest no-kill animal sanctuary in the world, and they have adoption events every month in New York — and the other is called Gallop NYC, which is an organization that teaches people with disabilities how to horseback ride.

Kimbra Audrey this story I shot on Canon AE-1 and used red scale film. I usually shoot on expired film but have been low on supplies while traveling in europe and after a shoot in Paris my friend Joe Aguirre gave me a few rolls of red scale film because Kimbra Audrey can have a similar effect to expired film. I specifically choose this place because it was a bit run down, I was instantly drawn to the peeling wallpaper.

I only had my tripod, camera and film, and the day I was shooting in london the weather would change so rapidly, one minute it would be Kimbra Audrey sunny the next pissing rain, so rather than fight it, I just let the weather influence the mood of my images.

What do you want to convey through your photos and what is your main goal to achieve through your art? My photos are a small piece of me. A moment. My images Nazriya And Fahad selfish, I make them of myself for myself. If no one ever saw my photos I would still shoot just as much because I make them for me. Kimbra Audrey, 24, nascida em Seattle, a viver em Brooklyn, mas a viajar pelo estrangeiro de momento, fotógrafa.

Sempre fui fascinada por fotografia. Quando estava no Secundário em Seattle estudei fotografia, e comecei a fotografar com película. Tínhamos que fotografar, revelar e imprimir a nossa película no quarto escuro nós mesmos, e apaixonei-me instantaneamente por todo o processo. Estar no quarto escuro e ser capaz de manipular a minha película e impressões era extremamente terapêutico.

Aprendi tudo a fotografar com película e ainda fotografo exclusivamente com película. Não percebo bem o digital e adoro a estética do filme. Também aprecio todo o processo, não ser capaz de ver a imagem imediatamente torna-te tão mais consciente de cada foto que estás a tirar.

Tento não desperdiçar nenhuma imagem porque só tenho Kimbra Audrey número fixo de disparos e gosto de dedicar bastante tempo a cada imagem que crio. A primeira máquina que comprei foi uma Canon AE-1 que ainda utilizo muito e é uma das minhas favoritas. Não sei se tenho uma máquina de sonho.

Fotografo muito com formatos diferentes de película, 35mm, mm, Super 8 e Polaroids, portanto gosto de ter várias máquinas comigo. O meu fotógrafo favorito varia dependendo do meu humor, mas sempre me senti atraída pela Diane Arbus e ela teve uma grande influência no meu trabalho. Antes de fotografar auto-retratos fotografava nus das minhas melhores amigas sempre que podia. Apercebi-me que não era justo fazê-las virem a minha casa todos os dias e queria conseguir fotografar todos os dias.

Falei com uma amiga que Sexshop Jönköping é fotógrafa e ela disse-me que tinha começado a tirar Kimbra Audrey quando começou a fotografar porque não conseguia encontrar modelos e isso acendeu uma chama dentro de mim. Ao início comecei a tirar auto-retratos como uma espécie de experiência e ficou tão viciante que agora é praticamente tudo o que fotografo. Tento fotografar o máximo que consigo.

Inspiro-me com as localizações, às vezes tenho uma ideia de uma imagem que quero criar na minha cabeça e outras vezes vou Kimbra Audrey a algum lado e deixo o local guiar-me. Não costumo ouvir música quando fotografo porque acho que me distrai e uso um temporizador para quase todas as minhas imagens e preciso de conseguir ouvir e sentir a máquina. Tenho uma pequena janela para fazer uma imagem, dez segundos, portanto tenho que estar muito concentrada.

Honestamente, já fotografei em quase todas as minhas localizações de sonho. Adoro a praia, já fotografei lá mais que em qualquer outro local, adoro as dunas, adoro o deserto, adoro a floresta.

Acima de tudo, preciso de sítios isolados e afastados para o que fotografo. Tenho uma lista de outros sítios que gostaria de fotografar. Um local em que quero fotografar antes de morrer é chamado The Door to Hell, é uma cratera flamejante activa no Deserto de Karakum no Turquemenistão.

Quando não estou a fotografar, gosto de passar o meu tempo a fazer voluntariado. Adoro animais e trabalho com duas caridades diferentes em Nova Iorque. Uma é a Best Friends Animal Society — o maior santuário de animais sem mortes no mundo, e têm eventos de adopção todos os meses em Nova Iorque — e a outra é a Gallop NYC, que é uma organização que ensina pessoas com deficiências a andar a cavalo.

Para esta história fotografei com a Canon AE-1 e utilizei película red scale. Normalmente fotografo com película fora de prazo mas tenho estado com poucos rolos enquanto viajo pela Europa e Amaturecum de Kimbra Audrey sessão em Paris o meu amigo Joe Aguirre deu-me alguns rolos de red scale porque pode ter um efeito semelhante ao da película fora de prazo.

Escolhi especificamente este local porque estava um pouco desgastado, fui instantaneamente atraída pelo papel de parede a descolar. Tinha apenas o meu tripé, máquina e película, e no dia em que fotografei em Londres Natalia Poklonskaya Art tempo mudava tão rapidamente, num minuto estava um sol ofuscante e no outro chovia a potes, portanto em vez de lutar contra isso, deixei o tempo influenciar a disposição das minhas imagens.

O que queres transmitir através das tuas fotos e qual é o teu objectivo principal para atingires através da tua arte? As minhas fotos são uma pequena parte de mim.

Um Kimbra Audrey. Um sentimento que já senti e que estou a imortalizar na imagem que estou a criar. Quer seja Kimbra Audrey, tristeza, fúria, estou a soltar algo e a colocá-lo numa fotografia.

Não crio as minhas imagens com alguma expectativa dos outros. As minhas imagens são egoístas, faço-as de mim para mim. Se ninguém visse as minhas fotos, continuaria a fotografar o mesmo porque o faço para mim.

Não é apenas a imagem final — todo o processo de auto-retratos, montar a minha máquina, focar, medir a luz, carregar no botão, esperar pelo temporizador, revelar a película, é como uma droga. Honestamente o facto de outras pessoas quererem ver as minhas fotografias é apenas um bónus, e se posso fazer alguém sentir algo quando as vê, quer gostem delas ou não, é inspirador.

Clique aqui para cancelar a resposta. Leave this field empty. Juicy J. O que achas disto? Follow Us! Nome obrigatório. Email obrigatório.

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Pause Play Play Prev Next.

Kimbra Audrey

k Followers, Following, - See photos and videos from Kimbra Audrey (@kimbraaudrey).

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

Kimbra Audrey

KIMBRA Audrey. Sustainable photographer based in Paris, FR. All photos shot on film, no retouching. [email protected] Prints at Nue Galerie. Book "GirlGaze: How Girls See the World" published by Rizzoli.

Saskia Diaz. Golondrina Collection. A Perfect Nomad. Kindred Black. Pamela Love. Lauren Manoogian.




2021 firatnews.ws